(19) 3500-1700  •  Consultare – Centro Médico Acessível

ultrassom obstétrico

Diferentes tipos de ultrassom obstétrico

Para o acompanhamento de toda gestação, as futuras mamães terão que realizar o exame ultrassom obstétrico. Através dele é possível ver o bebê, bem como seus batimentos cardíacos, sexo, avaliar o crescimento, entre outros pontos.

Por ser um exame totalmente indolor, deve ser realizado em todas as gestantes. Feito por um transdutor, que emite e capta ondas sonoras através do contato com o corpo. Então, transforma elas em imagens, onde podemos ver o bebê. 

Continue a leitura deste conteúdo para saber mais sobre o ultrassom obstétrico. Vamos mostrar para que serve, quando deve ser feito e os tipos do exame. Confira.

Para que serve o ultrassom obstétrico?

Esse exame detecta o feto durante toda a gestação. Através dele, o médico consegue ver se há múltiplos bebês, realizar diagnóstico de má-formação, identificar a idade gestacional, batimentos, sexo e até alterações cromossômicas.

Além disso, é possível saber como está o útero da mãe. Diagnosticando possível deslocamento de placenta, gravidez fora do útero, etc.

Dessa forma, a família já pode se preparar para a chegada do bebê. Sabendo se ele precisará de cuidados especiais, de alguma cirurgia, ou até se será gêmeo.

Assim, com o diagnóstico precoce é possível evitar complicações que afetam a vida da mãe e do bebê. Por essa razão, esse é o principal exame realizado durante o pré-natal, e repetida diversas vezes durante a gravidez.

Quando realizar o exame?

O exame precisa ser realizado diversas vezes durante o período gestacional. Mas, a depender do caso, o médico pode solicitar mais exames.

É recomendado que sejam quatro durante a gravidez. Sendo um vaginal, uma translucência nucal, um morfológico e um normal.

O primeiro deve ser feito por volta da sétima semana, via transvaginal. Nele, será possível ver o embrião, que tem um pouco mais de 15 mm. Dessa forma, o médico conseguirá determinar a idade gestacional e ouvir os batimentos cardíacos.

O segundo é realizado entre a 11ª e a 14ª semana, pelo ultrassom obstétrico com translucência nucal. Com ele já é possível verificar alguma anormalidade na estrutura corporal e até se há risco de ter síndrome de Down.

Durante o segundo trimestre também é recomendado o ultrassom morfológico. Com ele a mãe já poderá ver da cabeça aos pés, as estruturas internas e externas.

No final da gestação, lá pela 34ª semana, já será possível acompanhar o crescimento do bebê. Saber se ele está ganhando peso, a quantidade do líquido amniótico e as condições da placenta.

Tipos de ultrassom obstétrico

Transvaginal

Esse exame está na rotina da mulher desde que ela inicia na vida sexual. Ele é, normalmente, o primeiro tipo de ultrassom que será realizado durante o pré-natal. 

Através dele é possível estimar o tempo da gestação. Isso porque, entre 11% e 42% das vezes, a contagem com base na última menstruação se mostra errada. É muito importante saber a idade gestacional com mais precisão, para avaliar corretamente o crescimento do feto.

Além disso, com esse tempo calculado de modo correto é possível estimar a data do parto. Evitando, assim, o risco de indução por gestação prolongada.

O ultrassom obstétrico transvaginal ajuda a descobrir se a gestação é única ou gemelar. Assim como, determinar se o feto está no útero. 

O exame deve ser feito a partir da quinta semana. E em casos de descobertas tardias de gravidez, deve ser realizado, no máximo, até a 24ª semana.

Translucência nucal

Esse exame pode ser feito através da introdução do transdutor na vagina ou deslizando pela barriga. Com ele, o médico determinará a quantidade de líquido na nuca do bebê.

Também é através dele que se identifica a possibilidade de alguma anomalia cromossômica – como a síndrome de Down. Deve ser realizado entre a  11ª e a 14ª semana, já que após o período, o volume de líquido se altera, impossibilitando sua realização.

Ele não é um exame que toda grávida fará. Dependerá das condições da gravidez e dos pais quererem ou não. É importante lembrar os riscos de resultados falso-positivos e falso-negativos.

Morfológico

O ultrassom obstétrico morfológico é feito com o indutor sobre a barriga. Realizado entre a 20ª e 24ª semana, é o mais aguardado dos exames. Isso porque, através dele é revelado o sexo do bebê.

Além disso, também consegue avaliar a anatomia. Assim, verificando se há alguma má-formação interna ou externa.

Ultrassom obstétrico com doppler

O doppler é uma técnica a mais no ultrassom que possibilita analisar vasos sanguíneos e o fluxo de sangue no cordão umbilical e placenta. Por isso, o médico pode solicitar esse exame em vários momentos da gestação.

Além disso, consegue medir a pressão arterial materna, calculando o risco da pré-eclâmpsia antes das 37ª semanas.

A Consultare possui esses e diversos outros tipos de ultrassom obstétrico. Como, por exemplo, o ultrassom 3D e 4D.

Assim, independente de qual fase a mulher estiver da gravidez, há um tipo de ultrassom que poderá auxiliá-la. Vendo o crescimento do bebê, o sexo e possíveis gêmeos.

Continue lendo mais conteúdos no nosso blog!

Mais Artigos

Redução de Acidentes com a Implementação do Exame Toxicológico: Um Marco na Segurança Viária

Na Clínica Consultare, temos o compromisso de oferecer serviços médicos de alta qualidade e acessíveis a todos os nossos pacientes. Entendemos a importância de ter acesso a exames de imagem precisos e confiáveis para o diagnóstico e tratamento adequado de diversas condições médicas. Por isso, aceitamos o convênio Unimed para nossos serviços de ultrassom e raio-X, proporcionando uma opção conveniente e econômica para cuidar da sua saúde.

Saiba Mais +

Bem-Estar no Trabalho: Estratégias para Equilibrar a Vida Profissional e Pessoal

Na Clínica Consultare, temos o compromisso de oferecer serviços médicos de alta qualidade e acessíveis a todos os nossos pacientes. Entendemos a importância de ter acesso a exames de imagem precisos e confiáveis para o diagnóstico e tratamento adequado de diversas condições médicas. Por isso, aceitamos o convênio Unimed para nossos serviços de ultrassom e raio-X, proporcionando uma opção conveniente e econômica para cuidar da sua saúde.

Saiba Mais +

Exame Toxicológico: Condutor, O Prazo de Regularização está Acabando!

Na Clínica Consultare, temos o compromisso de oferecer serviços médicos de alta qualidade e acessíveis a todos os nossos pacientes. Entendemos a importância de ter acesso a exames de imagem precisos e confiáveis para o diagnóstico e tratamento adequado de diversas condições médicas. Por isso, aceitamos o convênio Unimed para nossos serviços de ultrassom e raio-X, proporcionando uma opção conveniente e econômica para cuidar da sua saúde.

Saiba Mais +