(19) 3500-1700  •  Consultare – Centro Médico Acessível

Exame cardiológico de holter: o que é, quando e onde fazer

Quando um paciente apresenta sintomas como tontura, dor no peito, falta de ar ou palpitações, é comum que o cardiologista peça por um exame cardiológico holter.

Sua finalidade é avaliar a frequência cardíaca e o ritmo do paciente, em um período de 24h, 48h ou até mesmo 72h, conforme o cardiologista solicitar.

Na prática, são colocados alguns eletrodos sobre o peito, conectados a um aparelho com bateria, para registrar as atividades do coração do paciente.

Quer entender melhor como são gravados esses dados no aparelho e todo restante do processo do exame cardiológico holter?

Então você está no lugar certo! Neste artigo a gente te conta em detalhes tudo que você precisa saber sobre essa modalidade de exame.

O que é o exame Holter cardíaco?

Como já adiantamos acima, o exame cardiológico holter costuma ser pedido pelo cardiologista, diante de situações como: tontura, dor no peito, falta de ar ou palpitações frequentes.

Ou seja, sua solicitação está relacionada à avaliação para verificar a presença de taquicardias, arritmias cardíacas e bradicardias.

Na prática, o exame cardiológico holter exige que o paciente fique com um monitor portátil ao longo de 24h, 48h ou 72h, a depender do que o médico indicar.

Esse aparelho é acoplado no peito de quem está realizando o exame, para registrar todas as atividades elétricas do coração da pessoa durante o período estabelecido para o uso.

Depois de passar esse tempo com o aparelho, ele é retirado do corpo do paciente e levado ao cardiologista, para que esse profissional analise todas as atividades registradas.

Com seu uso, também é possível encontrar determinadas alterações que são mais difíceis de identificar em outros exames mais rápidos e simples, como o eletrocardiograma convencional.

Para que serve o Holter cardíaco?

O exame cardiológico holter serve para:

  • analisar variações de ritmo cardíaco;
  • avaliar frequência cardíaca ao longo do dia;
  • identificar determinadas acelerações ou desacelerações não fisiológicas da atividade cardíaca;
  • analisar alterações nos batimentos cardíacos;
  • verificar o comportamento do coração em síncopes;
  • verificar o estado completo do sistema condutor cardíaco.

Quando o exame Holter cardíaco é indicado?

O exame cardiológico holter costuma ser indicado em casos de tonturas, desmaios e palpitações recorrentes no paciente.

No mais, esse exame também é usado para fazer o acompanhamento e tratamento de pessoas que usam marcapasso.

Quais doenças cardíacas podem ser diagnosticadas com o Holter?

Algumas das doenças que o exame cardiológico holter pode diagnosticar são:

  • Taquicardia paroxística supraventricular;
  • Bradicardia;
  • Fibrilação atrial;
  • Taquicardia multifocal;
  • Isquemia cardíaca.

Como é feito o exame de Holter cardíaco?

O exame cardiológico holter é feito acoplando de 3 a 8 eletrodos que captam a atividade elétrica em vários pontos do coração.

Em torno de 15 minutos, todos os eletrodos são acoplados e conectados ao receptor por fios que o mantém preso em um cinto, ou permitindo que ele seja carregado no bolso do paciente.

Com tudo pronto, cabe ao paciente registrar as suas atividades feitas ao longo do dia, apontando em quais horários ele sente os sintomas.

Todos esses registros são fundamentais para que o cardiologista os compare com as atividades elétricas que o holter irá registrar.

Depois do uso do aparelho por 24h, 48h ou 72h, o paciente volta a clínica ou laboratório para retirar o retirar, assim os resultados são coletados e transferidos para o computador, para então o médico analisar tudo.

Qual é o preparo necessário?

Não existe nenhum preparo específico para esse exame. Pode ser apenas indicado que o paciente use roupas mais confortáveis e menos justas ou que se evite passar hidratante na pele.

A única indicação de preparo é para pacientes com marcapasso, que necessitam levar o seu cartão de informações para realização do exame cardiológico holter.

Durante o exame   

Ao longo do exame, ou seja, do período em que estiver com o aparelho, algumas indicações são:

  • não tomar banho e fazer a higiene com lenços umedecidos;
  • realizar atividades do cotidiano como de costume;
  • não consumir álcool, bebidas com cafeína, refrigerantes e chá verde;
  • sempre analisar se os eletrodos estão bem colocados;
  • desviar de áreas de alta tensão ou de campos magnéticos;
  • não fazer exames de ressonância magnética;
  • evitar passar em locais com detectores de metal;
  • evitar usar dispositivos eletrônicos.

Laudo e análise

Fechando o processo de como é feito o exame cardiológico holter, os resultados obtidos são fornecidos ao cardiologista.

Ele verifica então os registros dos sintomas do paciente e os analisa de acordo com os ritmos e frequências apontadas pelo aparelho.

Assim, o diagnóstico de problemas cardíacos é mais rápido e preciso, permitindo que se inicie um tratamento adequado.

Como é feito o exame Holter 24 horas?

O exame cardiológico holter 24 horas é realizado da mesma forma que citamos acima.

Ou seja, são colocados de 3 a 8 eletrodos no tórax do paciente. O receptor fica na cintura ou no bolso e é fundamental que se registre os horários das atividades e sintomas ao longo das 24h.

Depois desse período, o paciente volta à clínica ou laboratório para retirada dos eletrodos e do receptor. Com isso, os resultados são enviados ao cardiologista.

Como saber se o Holter cardíaco está funcionando?

Para saber se o holter cardíaco está funcionando, basta verificar se ele está emitindo um som.

Esse som costuma ser sinalizado sempre que o receptor lê o ritmo cardíaco do paciente, indicando que está tudo certo com o aparelho.

Cuidados e contraindicações

Para realizar o exame cardiológico holter, não há nenhuma contraindicação, pois ele não oferece riscos aos pacientes.

O único cuidado diz respeito à exposição solar, que não é indicada por 3 a 5 dias.

Onde fazer o exame cardíaco Holter?

Tanto o holter como outros diversos exames podem e devem ser feitos em laboratórios de confiança, onde os profissionais irão posicionar corretamente os eletrodos em seu tórax e os conectar ao holter.

No laboratório, também irão te indicar como deixar o monitor na cintura ou no bolso, além de explicarem como os números do batimento do seu coração passarão a ser gravados.

Todas as suas atividades devem ser seguidas normalmente com esse aparelho, como comer, dormir, trabalhar ou realizar qualquer tarefa comum do seu dia a dia.

Depois de usar o holter pelo período estabelecido por seu cardiologista, você voltará ao laboratório para retirar os eletrodos e eles enviarão suas informações ao seu médico.

Realize já sua consulta com um cardiologista em um centro médico acessível e de confiança.

Conclusão

Com esse artigo, nossa missão era te explicar que o exame cardiológico holter é comum de ser pedido por cardiologistas em situações de tontura, dor no peito, falta de ar ou palpitações frequentes.

Assim, ele serve para analisar as variações do ritmo e frequências cardíacas de um paciente, além de identificar o estado completo do sistema condutor cardíaco.

Para que tudo isso ocorra, o exame cardiológico holter exige que sejam colocados de  3 a 8 eletrodos no tórax do paciente, desta forma, o receptor do aparelho fica na cintura ou no bolso.

Durante seu uso, é necessário registrar os horários das atividades e sintomas, para depois voltar ao laboratório, retirar os eletrodos e enviar os resultados ao cardiologista, obtendo um diagnóstico mais completo.

Mais Artigos

Redução de Acidentes com a Implementação do Exame Toxicológico: Um Marco na Segurança Viária

Na Clínica Consultare, temos o compromisso de oferecer serviços médicos de alta qualidade e acessíveis a todos os nossos pacientes. Entendemos a importância de ter acesso a exames de imagem precisos e confiáveis para o diagnóstico e tratamento adequado de diversas condições médicas. Por isso, aceitamos o convênio Unimed para nossos serviços de ultrassom e raio-X, proporcionando uma opção conveniente e econômica para cuidar da sua saúde.

Saiba Mais +

Bem-Estar no Trabalho: Estratégias para Equilibrar a Vida Profissional e Pessoal

Na Clínica Consultare, temos o compromisso de oferecer serviços médicos de alta qualidade e acessíveis a todos os nossos pacientes. Entendemos a importância de ter acesso a exames de imagem precisos e confiáveis para o diagnóstico e tratamento adequado de diversas condições médicas. Por isso, aceitamos o convênio Unimed para nossos serviços de ultrassom e raio-X, proporcionando uma opção conveniente e econômica para cuidar da sua saúde.

Saiba Mais +

Exame Toxicológico: Condutor, O Prazo de Regularização está Acabando!

Na Clínica Consultare, temos o compromisso de oferecer serviços médicos de alta qualidade e acessíveis a todos os nossos pacientes. Entendemos a importância de ter acesso a exames de imagem precisos e confiáveis para o diagnóstico e tratamento adequado de diversas condições médicas. Por isso, aceitamos o convênio Unimed para nossos serviços de ultrassom e raio-X, proporcionando uma opção conveniente e econômica para cuidar da sua saúde.

Saiba Mais +