(19) 3500-1700  •  Consultare – Centro Médico Acessível

tipos de DIU

4 tipos de DIU, qual é o melhor e como escolher o certo!

O Dispositivo Intra-Uterino, conhecido como DIU, trata-se de um método contraceptivo que levanta muitas dúvidas em pessoas com útero, principalmente a respeito dos tipos de DIU que existem disponíveis.

Basicamente, o que difere os tipos de DIU são os seus materiais, como prata e cobre, ou o fato dele conter hormônios ou não.

E o lado positivo de escolher esse método contraceptivo é que, comparado a outros métodos, ele tem menores chances de falha (de 0,2% a 0,8%), uma porcentagem bem diferente das pílulas anticoncepcionais, que apresentam 9% de chances de falhas.

Então, bora tirar agora todas as suas dúvidas sobre os tipos de DIU, como eles são colocados, quem pode usá-los, os seus valores, tempo de validade e muito mais?

4 tipos de DIU para conhecer

tipos de DIU mulher no ginecologista

Existem quatro tipos de DIU que você precisa conhecer, sendo eles: de cobre, de prata, Mirena e Kyleena. 

Abaixo, entramos em mais detalhes sobre cada um deles. Confira!

DIU de cobre

O DIU de cobre é um dos mais conhecidos. As suas principais características envolvem ele não conter hormônios e nenhum material alérgico ou tóxico para o organismo de pessoas com útero.

Quando inserido, ele impede a gravidez inflamando o tecido que reveste o órgão, impedindo que os espermatozóides fecundem os óvulos.

DIU de prata

Esse tipo de DIU também tem o cobre, mas combina e prevalece a prata, pois a união desses dois metais permite que o cobre não se fragmente no organismo e aumenta a eficácia do método.

Além do mais, duas características marcantes e benéficas do DIU de prata é que ele diminui fluxos menstruais intensos e as cólicas – algo que infelizmente o DIU de cobre pode aumentar.

DIU Mirena

O DIU Mirena é um DIU hormonal e também pode ser encontrado pelo nome Sistema Intrauterino (SIU).

A sua forma de combater uma gravidez é por meio de um hormônio sintético da progesterona, o levonorgestrel, que reveste esse DIU.

Assim como o DIU de prata, o Mirena também se caracteriza por diminuir as cólicas e fluxos menstruais intensos.

E outro ponto importante de saber sobre o DIU Mirena é que muitas pessoas com útero que o inserem (cerca de 44%), deixam de menstruar depois de seis meses de seu uso.

No mais, esse é um dos tipos de DIU indicado para quem tem adenomiose ou endometriose, ambos causados pela atrofia do endométrio.

DIU Kyleena

Por fim, o Kyleena também é um dos tipos de DIU que previne a gravidez por conta da liberação de levonorgestrel, como o DIU Mirena.

O que o difere do Mirena é o seu tamanho, que é um pouco menor, o que possibilita que ele seja usado por adolescentes ou mulheres com útero pequeno.

Além disso, o Kyleena se destaca por ser visível em exames de raio X e ultrassom, por conta do sulfato de bário presente em seu material.

Como o DIU é colocado?

O DIU é colocado por um médico com a visão de um ultrassom, que o guia para realizar todo o procedimento com mais segurança, tanto para colocar o DIU corretamente, quanto para eliminar riscos de perfuração uterina.

Todo o procedimento é rápido e simples, eliminando a necessidade de anestesia antes da inserção ou internação após a inserção.

É comum que durante a inserção haja algum leve incômodo, mas nada dolorido.

Quem pode usar o DIU?

tipos de diu quem pode usar

O DIU pode ser usado por todas as mulheres que forem autorizadas após passarem por exames ginecológicos.

Isso porque, antes de colocá-lo, é preciso realizar uma consulta com esse profissional, que faz um diagnóstico completo e pede alguns exames laboratoriais para se certificar de que você não tem nenhum problema na região, como câncer de colo, malformação uterina ou distúrbios de coagulação.

Caso nenhum problema seja diagnosticado, qualquer pessoa com útero, seja adolescente ou que esteja na menopausa, que tenha acabado de dar a luz ou passar por um aborto, pode usar o DIU.

Quem não pode usar o DIU?

Não podem usar o DIU pessoas com útero que tenham:

  • câncer de útero e do endométrio;
  • algum tipo de doença Inflamatória Pélvica (DIP);
  • malformação uterina;
  • estreitamento do canal do colo uterino;
  • infecções sexualmente transmissíveis;
  • miomas que distorcem a cavidade uterina;
  • sangramentos na vagina que não tem diagnóstico.

Tipos de DIU e valores: quanto custa para colocar o DIU?

Os tipos de DIU fazem os valores variarem, então, o DIU de cobre, por exemplo, pode ser encontrado a partir de R$ 100,00.

Já o DIU de prata tem valores que vão de R$ 250,00 a R$ 400,00.

Porém, destacamos que os valores mudam bastante de acordo com a região do país e que a compra DIU não inclui o valor da inserção, que é cobrado a parte e também altera de acordo com cada médico.

E destacamos aqui que o DIU de cobre, que é um DIU não-hormonal, é inserido gratuitamente no Sistema Único de Saúde (SUS).

Então, se você optar por usar esse tipo de DIU, informe-se sobre o processo de inserção em uma Unidade de Saúde da sua cidade.

Por quanto tempo o DIU é válido?

Os períodos de validade dos tipos de DIU são:

  • DIU de cobre: 10 anos
  • DIU de prata: 5 anos
  • DIU MIRENA: 5 anos
  • DIU Kyleena: 5 anos

Como escolher o melhor tipo de DIU para você?

Para escolher o melhor tipo de DIU para você, é preciso levar em conta o seu estilo de vida e o seu histórico de saúde.

Isso porque, o DIU de cobre, por exemplo, costuma ser mais indicado para pessoas com úteros que não sofrem tanto com cólicas ou um alto fluxo menstrual.

Já o DIU Mirena é ideal para pessoas com útero que não querem mais menstruar e nem sentir dores por conta do período menstrual.

O DIU Mirena também é ótimo para quem busca controlar problemas como miomatose e adenomiose, por diminuir as dores e pausar o fluxo menstrual.

É importante ter em mente que independentemente da sua escolha de DIU, nenhum deles irá atrapalhar a sua fertilidade.

Caso exista a vontade de engravidar, basta retirar o dispositivo.

Realize seus exames ginecológicos com a ajuda da Consultare!

Conclusão: Tipos de DIU

Como você viu ao longo deste artigo, existem 4 tipos de DIU:

  • DIU de cobre;
  • DIU de prata;
  • DIU Mirena;
  • DIU Kyleena.

Todos eles são colocados por médicos, que são guiados pelo ultrassom e dispensam a necessidade de anestesia ou internação.

E aí, com esse artigo nós conseguimos te ajudar a escolher qual deles usar para prevenir uma gravidez indesejada?

Mais Artigos

Redução de Acidentes com a Implementação do Exame Toxicológico: Um Marco na Segurança Viária

Na Clínica Consultare, temos o compromisso de oferecer serviços médicos de alta qualidade e acessíveis a todos os nossos pacientes. Entendemos a importância de ter acesso a exames de imagem precisos e confiáveis para o diagnóstico e tratamento adequado de diversas condições médicas. Por isso, aceitamos o convênio Unimed para nossos serviços de ultrassom e raio-X, proporcionando uma opção conveniente e econômica para cuidar da sua saúde.

Saiba Mais +

Bem-Estar no Trabalho: Estratégias para Equilibrar a Vida Profissional e Pessoal

Na Clínica Consultare, temos o compromisso de oferecer serviços médicos de alta qualidade e acessíveis a todos os nossos pacientes. Entendemos a importância de ter acesso a exames de imagem precisos e confiáveis para o diagnóstico e tratamento adequado de diversas condições médicas. Por isso, aceitamos o convênio Unimed para nossos serviços de ultrassom e raio-X, proporcionando uma opção conveniente e econômica para cuidar da sua saúde.

Saiba Mais +

Exame Toxicológico: Condutor, O Prazo de Regularização está Acabando!

Na Clínica Consultare, temos o compromisso de oferecer serviços médicos de alta qualidade e acessíveis a todos os nossos pacientes. Entendemos a importância de ter acesso a exames de imagem precisos e confiáveis para o diagnóstico e tratamento adequado de diversas condições médicas. Por isso, aceitamos o convênio Unimed para nossos serviços de ultrassom e raio-X, proporcionando uma opção conveniente e econômica para cuidar da sua saúde.

Saiba Mais +